Últimos assuntos
» 08-Nov-2015 - Almoço convívio ADM e celebração aniversário ADM (Lousa -Montachique)
por DSancho Sex 6 Nov 2015 - 18:18

» almoço
por jvenancio Qua 26 Ago 2015 - 9:41

» 26-06-2017 - Almoço das 6ªs, Prazeres da Picanha
por ZéPedro Sex 26 Jun 2015 - 22:10

» 5-6-2015 - Almoço das 6ªs - Francesinha em Santos
por jvenancio Sex 5 Jun 2015 - 11:30

» 17ª Edição do Lés-a-Lés (Inscrição)
por jvenancio Sab 30 Maio 2015 - 10:17

» Honda Africa Twin revelada
por jvenancio Qua 27 Maio 2015 - 16:28

» 07 a 09-06-2014 - 16º Portugal de Lés-a-Lés
por LFerro Sex 6 Fev 2015 - 17:48

» Triumph Tiger 800 - 800XC - 1200 Explorer
por LFerro Seg 19 Jan 2015 - 14:07

» Kymco Downtown 350i
por ZéPedro Qua 14 Jan 2015 - 23:08

» 17º Portugal de Lés-a-Lés 2015 - 7 a 9 Junho 2015
por LFerro Seg 12 Jan 2015 - 20:03

» Revista MOTOCAMPING
por LFerro Sex 2 Jan 2015 - 18:45

» 19-12-2014 - Almoço das 6as - ESPECIAL BOAS FESTAS
por rlopes Seg 22 Dez 2014 - 11:31

» 12-12-2014 - Almoço das sextas, Mercado 31 Janeiro
por jvenancio Seg 15 Dez 2014 - 14:24

» 28-11-2014 - Almoço das sextas, Mercado 31 Janeiro
por jvenancio Sex 28 Nov 2014 - 19:27

» Lisboa Motoshow 2015
por Pianoman Qui 27 Nov 2014 - 12:46

Os membros mais ativos do mês


Privados trabalham mais meia-hora

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Privados trabalham mais meia-hora

Mensagem  Dog em Qui 13 Out 2011 - 23:14


Ah pois é... estavam a rir??? Pois toca a todos e se for só meia hora e não mexam nos subsidios

Cá para mim até ao Natal a musica muda de tom.... :14:


Privados trabalham mais meia-hora

"Para contrariar o risco da deterioração económica, incluindo uma contração profunda e prolongada do nosso produto e do nosso tecido empresarial, o Governo decidiu permitir a expansão do horário de trabalho no sector privado em meia hora por dia durante os próximos dois anos, e ajustar o calendário dos feriados", afirmou o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, na sua comunicação ao país, na qual elencou algumas das medidas que vão constar do Orçamento do Estado para 2012.

Passos Coelho justificou esta decisão com "a necessidade de recuperar a competitividade da economia e evitar o desemprego exponencial que a degradação da situação das empresas produziria".

Considerou ainda que "este é o modo mais eficaz e mais seguro de operar um efeito de competitividade", e "substitui a descida da TSU, que requer condições orçamentais particulares que neste momento o País não reúne".

Passos salientou que o Governo cumprirá o "compromisso de descongelar as pensões mínimas e actualizá-las".

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=2055071&page=1
A taxa de IVA dos bens essenciais será mantida.

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o Orçamento de Estado para 2012, após uma longa reunião que durou quase doze horas.
avatar
Dog
Membro Prestige
Membro Prestige

Comentários : One life...live it well.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum