Últimos assuntos
» 08-Nov-2015 - Almoço convívio ADM e celebração aniversário ADM (Lousa -Montachique)
por DSancho Sex 6 Nov 2015 - 18:18

» almoço
por jvenancio Qua 26 Ago 2015 - 9:41

» 26-06-2017 - Almoço das 6ªs, Prazeres da Picanha
por ZéPedro Sex 26 Jun 2015 - 22:10

» 5-6-2015 - Almoço das 6ªs - Francesinha em Santos
por jvenancio Sex 5 Jun 2015 - 11:30

» 17ª Edição do Lés-a-Lés (Inscrição)
por jvenancio Sab 30 Maio 2015 - 10:17

» Honda Africa Twin revelada
por jvenancio Qua 27 Maio 2015 - 16:28

» 07 a 09-06-2014 - 16º Portugal de Lés-a-Lés
por LFerro Sex 6 Fev 2015 - 17:48

» Triumph Tiger 800 - 800XC - 1200 Explorer
por LFerro Seg 19 Jan 2015 - 14:07

» Kymco Downtown 350i
por ZéPedro Qua 14 Jan 2015 - 23:08

» 17º Portugal de Lés-a-Lés 2015 - 7 a 9 Junho 2015
por LFerro Seg 12 Jan 2015 - 20:03

» Revista MOTOCAMPING
por LFerro Sex 2 Jan 2015 - 18:45

» 19-12-2014 - Almoço das 6as - ESPECIAL BOAS FESTAS
por rlopes Seg 22 Dez 2014 - 11:31

» 12-12-2014 - Almoço das sextas, Mercado 31 Janeiro
por jvenancio Seg 15 Dez 2014 - 14:24

» 28-11-2014 - Almoço das sextas, Mercado 31 Janeiro
por jvenancio Sex 28 Nov 2014 - 19:27

» Lisboa Motoshow 2015
por Pianoman Qui 27 Nov 2014 - 12:46

Os membros mais ativos do mês


O regresso à (pré) adolescência

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O regresso à (pré) adolescência

Mensagem  Dog em Qui 10 Out 2013 - 20:07

O regresso à (pré) adolescência


Quem me conhece sabe que não sou de “ajuntamentos”. Nunca pertenci a nenhum moto clube e, quanto a passeios em grupo, só se for mesmo com dois ou três amigos – e quando isto acontece, regra geral deixa de ser um passeio, para se tornar numa alegre disputa para ver quem chega mais depressa a nenhum lugar em especial. “Boys will be boys…”

Mas tudo isto para dizer que, não obstante as minhas preferências pessoais, respeito e apoio totalmente quem prefere integrar-se num moto clube. Associações que, aliás, são responsáveis por muitos dos bons eventos que se realizam pelo País fora, para já não falar das ações sociais, da promoção do motociclismo e mesmo da defesa dos direitos de quem anda de moto - que os bons moto clubes têm como uma das suas missões principais.

Qual é a parte que me desagrada? Em primeiro lugar a estratificação exagerada – há clubes de cidades, de vilas, de aldeias, de marcas, de modelos, há clubes para estilos específicos de motos, para determinadas cilindradas, há clubes em fóruns, sites, grupos nas redes sociais, etc. E depois, dentro destes, há ainda mais divisões, sendo que há marcas com três, quatro e mais clubes de proprietários. Só falta haver divisões por cores – e nem sei se já existem…

Dentro destas subdivisões, ainda existem as diversas fações ou grupinhos no seio do próprio clube/fórum/grupo, muitas vezes a degenerarem em dissidências e grupos “rebeldes” que, por sua vez, vão gerar novos micro clubes. E é aqui que quero chegar.
Quem está de fora, como nós, não pode deixar de sorrir. Rapazes, vocês já viram bem as vossas figuras? A mim, sinceramente, faz-me lembrar os grupinhos e invejas das raparigas pré-adolescentes, ali na faixa dos 10, 13 anos. Tal e qual. Só falta pararem as motos à porta do Pavilhão Atlântico, e acamparem à espera do Justin Bieber.

Tenham juízo! Procurem olhar para aquilo que nos une, e não para o que nos separa. E o que nos une são as motos, por isso desliguem lá o computador, e vão andar de moto!


Entretanto, numa terra muito distante…

“O outono tinha chegado e, um pouco por toda a Europa Ocidental, chorava-se o fim de verão.
Alguns chegavam mesmo a recolher as suas motos nas garagens, alegando, estas pobres almas, que “ah, porque está muito frio, e a chuva, e tal…” – fingindo ignorar todas as propostas atuais de equipamento que nos deixam quentes e secos mesmo nos dias mais inclementes.

Mas, por toda a Europa? Não! Num pequeno país banhado pelo Atlântico, um bando de irredutíveis motociclistas fazia frente ao avançar do outono.”
Cada vez mais, isto deixa de ser ficção, e aumenta o número de motociclistas “a tempo inteiro”, que já perceberam as vantagens das motos quando chove e o trânsito fica (ainda mais) insuportável.
Vivemos num país talhado para andar de moto. Aproveitem. Mas cuidado com as primeiras chuvas, que tornam traiçoeira a sujidade acumulada na estrada ao longo dos últimos meses, bem como os novos buracos que a chuva traz – e que, como já passaram as autárquicas, ninguém vai reparar tão cedo…



Luís Carlos Sousa - MOTOCICLISMO
Diretor 
avatar
Dog
Membro Prestige
Membro Prestige

Comentários : One life...live it well.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O regresso à (pré) adolescência

Mensagem  onehat em Qui 10 Out 2013 - 20:56

Epá... muito bom... 

e esta parte então...Laughing 
Dog escreveu:(...)
Dentro destas subdivisões, ainda existem as diversas fações ou grupinhos no seio do próprio clube/fórum/grupo, muitas vezes a degenerarem em dissidências e grupos “rebeldes” que, por sua vez, vão gerar novos micro clubes. E é aqui que quero chegar.(...)
tsss, tsss... inadmissivel   

Laughing Laughing 
avatar
onehat
Membro Premium
Membro Premium


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O regresso à (pré) adolescência

Mensagem  DSancho em Qui 10 Out 2013 - 21:52

Bem bom o texto e, é caso para dizer, que quem publicou este texto no ADM, colocou a carapuça.


LINDO.
avatar
DSancho
Membro Prestige
Membro Prestige


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O regresso à (pré) adolescência

Mensagem  JLCF em Qui 10 Out 2013 - 22:40


Muito bom. Gostei de ler.

avatar
JLCF
Membro Júnior
Membro Júnior


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O regresso à (pré) adolescência

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum